Dia da Internet Segura: uma conversa sobre ameaças

Em 2020, data é comemorada em 11 de fevereiro.

O ano de 2020 será um marco para os profissionais e entusiastas da área de segurança da informação no Brasil. Isso porque a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) passa a valer em agosto para todas as empresas que lidam com armazenamento e tratamento dos dados de cidadãos brasileiros. Assim, é importante puxar uma conversa sobre nossos comportamentos no Dia da Internet Segura.

Com o acesso a dispositivos vinculados a redes, sejam smartphones, sejam computadores corporativos, precisamos estar atentos aos aplicativos e softwares que baixamos para uso pessoal e/ou profissional. Instalar programas pode ser o primeiro passo para ter o uso da internet comprometido. Sempre confira a nota do aplicativo e os comentários feitos por outros usuários nas plataformas oficiais do sistema operacional do seu dispositivo. E, em equipamentos corporativos, utilize apenas softwares permitidos pelas equipes de TI e segurança.

Ao receber mensagens, seja SMS ou e-mail, sempre observe detalhes que fazem a diferença: O remetente é conhecido? O e-mail do remetente está correto? O assunto faz sentido com a sua relação com o remetente? Se for uma comunicação de promoção, cuidado com promessas fora do comum e nunca clique em links sem verificar para onde você será direcionado. É um pouco mais difícil visualizar um golpe em aplicativos para smartphones, então procure o remetente pessoalmente e questione o objetivo da mensagem. 

Outro ponto é o uso das redes sociais; a maneira como expomos nossas informações na internet tem grande impacto na relação entre privacidade e segurança. Sempre leia os termos de uso para saber o que aquele site ou serviço pretende fazer com os dados acumulados. Lembre-se que, com a LGPD, você não precisa concordar em entregar todas as suas informações para nenhuma empresa. E para seus perfis pessoais, adicione apenas aqueles que você realmente conhece.

E por último: todos nós podemos cometer erros. Se por acaso você clicou em um link suspeito ou malicioso, enviou uma mensagem que não deveria para o destinatário errado, compartilhou dados ou teve suas credenciais vazadas; entre em contato com a equipe de segurança da sua empresa e explique o que aconteceu. Esses profissionais são treinados para agir de maneira eficiente nesses momentos.

Como a internet merece permanecer segura o ano todo em sua empresa, conheça o KMSAT – a maior plataforma de simulação de phishing e conscientização em segurança da informação. Marque uma demonstração com nossos colaboradores e entenda como cada recurso pode moldar sua cultura.


Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*