Conscientização em segurança é o maior desafio para forças de trabalho remotas

Stu Sjouwerman, CEO da KnowBe4 – texto original em inglês pode ser acessado aqui

À medida que muitas organizações já permitiram que os colaboradores trabalhem remotamente, novos dados da PulseSecure destacam onde a segurança remota foi – e ainda é – um desafio.

A COVID-19 inverteu a estrutura das organizações, alterando prioridades, orçamentos e pessoal – tudo em um esforço para permanecer operacional. Porém, ao fazer mudanças drásticas na maneira como os negócios funcionam – principalmente do ponto de vista estrutural – a segurança provavelmente segue um desafio para o usuário que trabalha a partir de dispositivos inseguros, redes inseguras, usando aplicativos que não estão de acordo com as políticas de segurança, e com pouca governança ou supervisão.

Mas quão ruim é o atual cenário?

O Relatório de Segurança Work-From-Home 2020 da PulseSecure fornece algumas informações sobre o que aconteceu como resultado da COVID-19 e qual é a perspectiva para as organizações que procuram retornar a alguma semelhança com o “normal”. Segundo o relatório, a maioria das organizações (77%) possuía menos de um quarto de sua equipe trabalhando remotamente no ano passado. Mas desde a pandemia, agora 75% têm três quartos ou mais trabalhando remotamente. Apenas 29% estavam totalmente preparados para a mudança, o que nos leva à discussão se as organizações estavam/estão adequadamente protegidas para trabalhar remotamente.

A partir dos dados do relatório, parece que a segurança é um problema:

  • 69% das organizações estão preocupadas com os riscos de segurança do trabalho remoto
  • 59% entendem que tornar os colaboradores conscientes dos perigos da engenharia social é o maior desafio à segurança
  • 69% estão preocupados com ataques de phishing
  • 65% estão permitindo que os colaboradores acessem aplicativos gerenciados a partir de dispositivos pessoais
  • A principal preocupação (46% das organizações) é a proteção de dados corporativos

Como 84% das organizações consideram que provavelmente aumentarão os recursos para o trabalho remoto no futuro, parece que há muito trabalho a ser feito para garantir o mesmo nível de segurança corporativa para as equipes remotas e seus dispositivos.

O desafio da conscientização do colaborador pode ser facilmente enfrentado com os treinamentos em segurança (SAT) combinados com testes de phishing para educar os colaboradores sobre a necessidade de boas práticas de segurança como parte de seu trabalho, seu papel na segurança corporativa – especialmente quando se trabalha em casa – e como os ciberataques mais recentes funcionam para diminuir o impacto de um ataque.

O trabalho remoto não precisa ser mais arriscado; requer apenas que as organizações tratem os fatores de risco proativamente, de forma a se alinhar com uma força de trabalho remota. O treinamento de conscientização em segurança on-line é uma das medidas que podem ter impacto, independentemente de onde o colaborador trabalha.

A maior biblioteca do mundo em conteúdos e treinamentos de conscientização em segurança está agora a apenas um clique de distância!

Em sua luta contra o phishing e a engenharia social você pode somar a melhor plataforma de simulações de phishing, combinada com a maior biblioteca do mundo em conteúdos e treinamentos de conscientização em segurança; são mais de 1.000 módulos interativos, vídeos, jogos, pôsteres e boletins.

Agora você pode acessar nosso novo portal Training Preview da ModStore para ver nossa biblioteca completa. Você pode navegar, pesquisar por título, categoria, idioma ou tópicos de conteúdo.

A visualização da ModStore inclui:

  • Módulos de treinamento interativos
  • Módulos de compliance
  • Vídeos
  • Jogos
  • Cartazes
  • Boletins e muito mais!

Solicite o acesso gratuito ao Training Preview agora! Clique aqui.


Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*