Metade dos colaboradores coloca sua organização em risco assistindo a conteúdo adulto

Stu Sjouwerman, CEO da KnowBe4 – texto original em inglês pode ser acessado aqui

Novos dados da Kaspersky mostram que a pandemia mudou a maneira como as pessoas trabalham… e como esses novos hábitos aumentam o risco de ameaças cibernéticas nas organizações.

Uma grande mudança, como trabalhar repentinamente em casa, inclui muitas mudanças: onde, quando e como você realiza o trabalho em um ambiente projetado para outras situações, exceto o trabalho em si, pode ser um desafio. Por isso, a Kaspersky lançou recentemente o relatório “Como COVID-19 mudou a maneira como as pessoas trabalham” e fornece algumas informações interessantes sobre como o risco aumentou.

De acordo com o relatório:

  • 51% dos funcionários admitem assistir conteúdo adulto no mesmo dispositivo usado para executar funções de trabalho
  • 55% dos funcionários afirmam estar usando dispositivos fornecidos pelo empregador

Portanto, você tem metade dos funcionários que usam dispositivos de trabalho e navegam em sites com conteúdo adulto e isso pode resultar em golpes de sextortion – destinados a coletar dinheiro, credenciais ou acesso a recursos corporativos.

No momento em que os funcionários estão se adaptando ao novo ambiente de trabalho, é importante perceber que estar em casa diminui o senso de vigilância contra o ataque cibernético. E, de acordo com a Kaspersky, quase três quartos (73%) dos funcionários não receberam nenhum treinamento de conscientização em segurança desde a transição para o trabalho remoto, não é apenas o funcionário que está colocando a organização em risco.

Quando o novo perímetro da rede corporativa se estende até a sala de estar do Eduardo da Contabilidade, as organizações precisam capacitar todos os colaboradores para participarem ativamente da segurança dos dados. O uso do treinamento de conscientização em segurança fornece aos colaboradores a perspectiva e a orientação necessárias para ajudá-los a permanecer vigilantes contra maus hábitos (como visitar sites de conteúdo adulto) e ataques cibernéticos que buscam tirar proveito da atual situação de trabalho.


Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*