Reforçar normas de segurança durante a crise do Coronavírus

Joanna Huisman, Strategic Insights & Research da KnowBe4, e Aimee Laycock, Senior Assessment Designer da KnowBe4 – texto original em inglês pode ser acessado aqui

Todos nós recebemos vários conselhos e orientações do setor de saúde desde o início da crise do Coronavírus. Uma das recomendações que ouvi é a seguinte: lavar as mãos com sabão antibacteriano ao som de “Feliz Aniversário” dura o tempo exato para a desinfecção. Entre os adultos, lavar as mãos com frequência é a resposta normal, esperada e socialmente aceita a um surto de gripe, mas isso é suficiente?

Com muitas preocupações, é extremamente importante que todos entendam o que se espera de cada um e o conselho se tornou mais diretivo do que tácito. As melhores práticas se tornaram políticas. Isso ocorre porque quando as políticas são claramente comunicadas e aceitas pelo grupo, elas ajudam a consolidar esses pronunciamentos em um comportamento satisfatório.

Esses métodos podem ser usados ​​para melhorar a conscientização em segurança e modificar hábitos dos colaboradores. O comportamento pode ser difícil de mudar, mas não impossível pois ele é fortemente afetado por normas e valores culturalmente transferidos. Normas, por definição, tendem a ser regras sociais não escritas e não ditas. No entanto, com uma comunicação eficaz, as normas podem ser reforçadas positivamente usando regras escritas e procedimentos de implementação.

Outras técnicas comprovadas para impulsionar a mudança cultural incluem: reconhecer preocupações, celebrar conquistas e exemplificar comportamentos, compartilhando exemplos corretos e desejados. Esses métodos funcionam influenciando positivamente nossas atitudes em relação ao resultado desejado e normalizando os comportamentos desejados por meio de uma comunicação eficaz.

As normas são amplamente entendidas como um dos mecanismos mais importantes que influenciam os comportamentos humanos, portanto, um elemento essencial da cultura de segurança. Assim como as normas, em geral, ajudam as pessoas a negociar suas atividades diárias, as normas organizacionais orientam as pessoas em sua conduta diária no ambiente de trabalho.

Começamos a ver uma mudança positiva de comportamento com a construção de uma cultura de segurança sustentável, positiva e forte através das normas organizacionais. Embora as normas sejam estruturas sociais relativamente estáveis, elas também podem ser alteradas e aprimoradas.

Portanto, quando se trata de segurança da informação, quais são as práticas de segurança desejadas que precisamos que todos os colaboradores sigam agora mais do que nunca?

  1. Senhas fortes e exclusivas – Crie senhas fortes usando frases secretas com números, letras e símbolos. Use um gerenciador de senhas para acompanhar todos eles. Se um criminoso descobrir sua senha pessoal, e é a mesma que sua senha profissional, ele poderá acessar os sistemas da organização (e vice-versa).
  2. Cuide de suas informações pessoais – Não compartilhe nenhuma informação pessoal, incluindo número de previdência social, cartão de crédito ou informações bancárias, a menos que você saiba que é uma fonte segura e confirmada.
  3. Procure sinais de alerta – não clique em nada sem primeiro verificar os sinais de alerta. Os criminosos aproveitam os momentos de crise para fazer o trabalho sujo. Veremos um aumento de golpes. Portanto, e-mails de phishing, SMS e chamadas de vishing se tornarão cada vez mais comuns. Antes de iniciar qualquer comunicação, tome cuidado e reflita se é uma pessoa/organização segura e conhecida.
  4. Use um WiFi seguro – Confie apenas em conexões WiFi conhecidas e seguras ao lidar com dados confidenciais, como informações financeiras. Se o uso de WiFi desconhecido for realmente inevitável, sempre verifique se você tem uma VPN instalada e ligada.
  5. Garanta a segurança móvel – Não baixe a guarda porque está em um dispositivo móvel. Tenha o mesmo cuidado que você teria em uma área de trabalho! Algumas maneiras para manter a segurança são não responder a mensagens de voz ou chamadas solicitando suas informações financeiras, nem confiar em mensagens de texto que tentam fazer com que você revele suas informações pessoais.

Se você está fazendo a coisa certa pela sua organização e colaboradores, fornecendo a todos treinamento frequente e relevante sobre conscientização em segurança, essas dicas já são práticas de segurança que eles seguem.

À medida que avançamos pelo território desconhecido da pandemia do Coronavírus, estamos vendo um número crescente de ameaças direcionadas com o objetivo de tirar proveito de nossas maiores preocupações com a saúde. Além disso, mais colaboradores estão trabalhando em casa. E nunca é tarde para implementar medidas e treinamentos que ajudarão a orientar as pessoas sobre os procedimentos corretos a serem seguidos.

A necessidade de treinamento útil, eficaz e envolvente é maior do que nunca. Orientar seus colaboradores através do treinamento de conscientização em segurança da nova escola oferece uma maneira eficaz para reforçar normas positivas durante a crise do Coronavírus.


Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*