Phishing & Engenharia Social: Entenda por que essas técnicas estão interligadas

 

Phishing e outros ataques de engenharia social estão cada vez mais sofisticados. Profissionais encarregados de proteger dados confidenciais e manter a segurança de redes estão se desdobrando para conter investidas que têm se tornado mais complexas e persistentes.

Ataques que antes eram feitos de forma sistemática e automatizada, através do uso de templates e, agora já não surtem o mesmo efeito. Por isso, as tentativas de golpes estão mais elaboradas e criativas, sendo desenvolvidas por phishers experientes e conectados com as novas tendências e vulnerabilidades.

Quem trabalha com segurança sabe, a engenharia social tem sido uma arma fundamental dos cybercriminosos. É através deste tipo de técnica que os atacantes buscam obter acesso a sistemas e dados, explorando tendências humanas naturais como a curiosidade e o desejo de beneficiar a si ou aos outros.

Phishings com mensagens falsas de banco:

 

Ou suposta divulgação de fotos íntimas podem parecer mais frequentes conforme o exemplo abaixo:

Mensagem falsa que sugere fazer download suspeito.

Há ainda ataques que simulam e-mails outros tipos de organizações, tais como instituições de caridade. Os hackers muitas vezes tiram proveito de acontecimentos recentes e determinadas épocas do ano, como as Olimpíadas de 2016, desastres naturais, epidemias de doenças, preocupações econômicas, eleições políticas, etc. Acredite, tudo pode virar um golpe de phishing.

Por ser uma ferramenta importante no combate de ataques de phishing, El Pescador utiliza técnicas de engenharia social na criação de campanhas e dispensa o uso de templates ao testar ambientes corporativos. A plataforma disponibiliza ainda um treinamento on-line para os funcionários que forem fisgados pela campanha de phishing. Solicite uma demonstração de El Pescador clicando aqui.

 

 


Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*



Search